Prefeitura e CDL unem esforços para atrair Industrias para Januária


“Politicas públicas da administração municipal e forças vivas da sociedade apresentando as potencialidades da cidade e região ao empresariado e órgãos de investimentos”
Juntando esforços com lideranças e entidades segmentadas na sociedade januarense em busca de politicas públicas dos governos, nas esferas estadual e federal, de investimentos de estrutura para Januária a Prefeitura Municipal abre as portas agregando estas forças vivas ao objetivo comum de trabalhar pelo desenvolvimento municipal. “Toda ajuda em prol de Januária sempre será bem-vinda, sem restrições, pois os anseios da população são mais importantes do que qualquer questões ideológicas e ou de grupos”, assegura o chefe do executivo.
REUNIÃO DE TRABALHO COM OS REPRESENTANTES DO INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE MINAS GERAIS
Nesta filosofia o prefeito, Manoel Jorge, esteve sexta-feira (10/07), em Belo Horizonte, unindo esforços com o presidente da Câmara de Dirigentes Lojista – ACI-CDL -, Leonardo de Andrade Pimenta, e o presidente da Associação de Proteção e Assistência ao Condenado – APAC -, professor ÁlissonManoel e Raquel Muniz Cunha, em reunião de trabalho na sede do Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais – INDI – apresentando o projeto de desenvolvimento do município de Januária pleiteando recursos para investimento na cidade e região. Integrando a força tarefa, por Januária, esteve presente, protocolando apoio a iniciativa das lideranças januarense a deputada federal, Raquel Muniz. Representando o Instituto à diretora-presidente, Cristiane Serpa, e os assessores, Cesar Medeiros, diretor de Desenvolvimento Regional, Fábio de Oliveira e Agnaldo Nogueira, da gerência de Informação e Conhecimento.
COM A MISSÃO DE APRESENTAR O MUNICÍPIO PARA POTENCIAIS INVESTIDORES
Segundo a assessoria de comunicação do INDI: “O principal objetivo da reunião foi solicitar junto ao INDI que apresente o município para os potenciais investidores, inclusive o prefeito disponibilizou um folder com dados gerais sobre o município”. Nesse sentido, foi informado que há vários cursos superiores e faculdades na cidade que recebe, diariamente, alunos de municípios vizinhos, além de contar com um campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais – IFNMG -, antigo CEFET. “Porem, a maioria dos formandos precisam migrar devido á ausência de empregos, em especial de base industrial”. E assegura: “A presidente do INDI lembrou a possibilidade de financiamento a municípios pelo BDMG, atualmente com edital aberto. Na ocasião, foram solicitadas mais informações sobre áreas e terrenos públicos e privados disponíveis no município, uma vez que essa é uma informação inicial relevante para a efetivação de investimentos”.
Foto: CDL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *