Seca provoca racionamento de água em Montes Claros


A estiagem prolongada provoca a restrição do uso da água em mais uma cidade mineira. A Copasa iniciou o racionamento de água em Montes Claros, Região Norte de Minas, de 384 mil habitantes, quinta maior cidade do estado. A medida foi tomada devido à redução do volume da barragem do Rio Juramento (Sistema Verde Grande), que responde por 70% do abastecimento do município. Nesta terça-feira, o nível do reservatório diminuiu para 23%, o mais baixo da história. Também é a primeira vez na história que, oficialmente, é adotado o racionamento de água na cidade.

Em nota, a Copasa informa que o “rodízio” foi iniciado como medida emergencial “para garantir o fornecimento de água aos moradores durante o período crítico.” A companhia também informa que realiza a perfuração de poços profundos e montou um serviço de atendimento de caminhões−pipa, “quando necessário”.

Para a implantação do racionamento pelo sistema de rodízio, a cidade foi dividida em quatro regiões, com a interrupção do abastecimento em determinadas áreas do município durante um período do dia. A Copasa garante que mesmo com o racionamento, nenhum bairro ficará sem receber água por mais de 24 horas.

Nesta terça-feira, o fornecimento de água foi suspenso nos bairros de duas regiões da cidade no horário das 9 às 19 horas, na região 1: São José, Alto São João, Vila Regina, Renascença, Vila Exposição, Alice Maia, parte do Centro, Vila Anália, Santo Antônio (1 e 2), Jardim Olímpico, Santos Reis, Amazonas, Jardim Brasil, Vila São Francisco de Assis, Vila Antonio Narciso, Nossa Senhora Aparecida,Vila Áurea, Santa Eugênia, Eldorado, Vila Castelo Branco, Jardim Alvorada, Sumaré Doutor Antônio Pimenta, Nossa Senhora de Fátima, Delfino Magalhães, Vila Telma, Vila Sion, Conjunto José Carlos de Lima, Grande Independência e adjacências, Monte Carmelo, Jardim São Geraldo II, Mangues, Condomínio Gran Royalle Pirâmide e Residencial Sul Ipê, além dos conjuntos habitacionais Havaí, Tancredo Neves, Santa Cecília, Havaí e Floresta.

Também foi interrompido o abastecimento na região 4, nos bairros Vila Anália, Belvedere, Novo Delfino, Vila Sion, Alto da Boa Vista, Jardim Brasil, Amazonas, Doutor João Alves, Maria Cândida, Conjunto Cristo Rey e Residencial Sul Ipê.

Fonte: http://aranas.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *